Arquivo da tag: Indexação

O contexto de indexação para catalogação de livros usando uma abordagem sociognitiva

Resumo
Foi avaliado o processo de indexação na catalogação em bibliotecas universitárias, utilizando uma abordagem sócio-cognitiva para analisar os procedimentos, as dificuldades e as percepções dos bibliotecários, usuários e gestores. A metodologia consistiu no uso do Protocolo Verbal Individual e em Grupo aplicados em bibliotecas universitárias. Os resultados foram a ausência de procedimentos para a análise de assunto do livro e sua representação, a incompatibilidade da linguagem de indexação, e problemas de recuperação de assuntos do catálogo. Concluímos que é há a tendência de catálogos para atuar como banco de dados. Portanto, o catalogador deverá apresentar uma postura de compromisso semelhante ao de um indexador que trabalha na produção dessas bases.

Palavras-Chave: Indexação. Catalogação de Assunto. Catálogos Públicos de Acesso Online. Biblioteca Universitária. Metodologia Qualitativa Sociocognitiva. Continue lendo O contexto de indexação para catalogação de livros usando uma abordagem sociognitiva

Indexação e catalogação

A sociedade globalizada, a cada instante requer profissionais aptos e competentes no planejamento e organização de seus recursos. Na atividade bibliotecária essa exigência é intensa quando se trata da recuperação de informação que, em geral, ocorre por meio da indexação e catalogação.

A indexação é entendida erroneamente por alguns bibliotecários como operação realizada somente em serviços de informação que possuem bases de dados, essa compreensão torna-se uma falácia quando passamos a analisar a evolução científica e tecnológica ocorrida em todas as áreas do conhecimento, isso fez com que o modo de armazenamento da informação fosse revisto, atingindo significativamente as bibliotecas.

A organização da informação na biblioteca compreende as atividades e operações do tratamento da informação, que envolvem o conhecimento teórico e metodológico disponível para a descrição do conteúdo temático da informação. O tratamento temático, diz respeito ao assunto tratado no documento, ou seja, compreende a análise documentária como teoria e metodologia para atingir as atividades de classificação, elaboração de resumos, indexação e catalogação de assunto, considerando as diversas finalidades de recuperação da informação.

A distinção entre os processos de catalogação e indexação está na utilização de diferentes linguagens documentárias, onde temos, por exemplo, a lista de cabeçalho de assunto utilizado para a catalogação e os tesauros para indexação, no resultado dos dois processos termos o índice e o catálogo de assunto. Semelhantemente, ambas as práticas objetivam identificar o item e fornecer acesso a ele por diversas formas, inclusive o assunto, quanto as diferenças na catalogação do livro seu conteúdo é tratado no todo e os assuntos são fornecidos em uma escala limitada como, por exemplo, o número de classificação para arranjo nas estantes. Em compensação na indexação a tendência é o detalhamento onde existe mais termos para o acesso por assunto.

Apesar dos diferenciais entre catalogação de assunto e indexação, é compreensível que a indexação é o processo que apresenta melhor desempenho na recuperação da informação. A catalogação de assuntos está ligada a construção de catálogos em bibliotecas enquanto a indexação está ligada à construção de índices bibliográficos que produzem base de dados.

O bibliotecário, como gestor da informação, deve constantemente aprimorar seus conhecimentos e habilidades gerenciais. O tratamento temático é mais uma habilidade a ser desenvolvida por esse profissional, pois cabe a ele gerir a biblioteca como uma fonte socializadora de informações e agir na mediação entre o usuário e a informação desejada.

Fonte: Vertice Books

Indexação e recuperação de teses e dissertações por meio de sintagmas nominais

Resumo

Introdução. Aborda a utilização dos sintagmas nominais no processo indexação automática das teses e dissertações depositadas na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPE (BDTD-UFPE), considerando a hipótese de que os sintagmas nominais consistiriam numa melhor unidade de conhecimento para a indexação e recuperação de informação que as palavras isoladas, permitindo aumentar a satisfação da necessidade de informação do usuário durante a busca pela informação. Discute-se sobre o estado da arte dos sintagmas nominais e de sua extração automática, bem como sua aplicação na indexação automática e recuperação de informação.
Método. Analisa, com base em ferramenta para análise de texto (OGMA), a aplicabilidade da extração de sintagmas nominais na indexação automática e recuperação de informação de teses e dissertações no contexto da BDTD-UFPE. A extração de sintagmas nominais apoiou-se no uso de um léxico da língua portuguesa construído a partir do vocabulário utilizado pelo dicionário BR.ISPELL e uma lista de 475 palavras irrelevantes criada tendo como base a gramática de Tufano (1990). Com base em resumos da área de Direito, Computação e Nutrição, definiram-se os valores totais para cada uma das variáveis observadas, o que permitiu avaliar a extração de sintagmas nominais através dos percentuais de precisão de sintagmas nominais relevantes; da taxa de erro ao extrair cadeias de caracteres que não constituem sintagmas nominais, e; do percentual de sintagmas nominais extraídos não relevantes. Resultados. O processo de extração de sintagmas nominais através do OGMA teve diferentes desempenhos para cada programa de pós-graduação, sendo obtido melhor desempenho (melhor índice de precisão) para resumos de Direito, seguidos dos de Computação e Nutrição. Esta diferença de desempenho pode em parte ser explicada pela diferente natureza dos termos técnicos presentes nos resumos. Conclusões. Embora existam limitações nas ferramentas disponíveis, a aplicação de métodos automatizados de extração e indexação por sintagmas nominais mostra-se promissora, pois os sintagmas nominais se configuram como melhores descritores e pontos de acesso aos documentos, eliminando os problemas causados pela sinonímia e a polissemia das palavras isoladas.

Palavras-chave: Sintagmas nominais; Recuperação de informação; Indexação automática; Teses e dissertações.

Continue lendo Indexação e recuperação de teses e dissertações por meio de sintagmas nominais